Main menu

Ecografia com Doppler 3D/4D

Através da Ecografia, além de saber o sexo da criança, a futura mamãe obtém alguns diagnósticos e afasta ou minimiza a possibilidade da existência de determinados problemas e patologias do seu bebê.

Entre 18 e 24 semanas, é possível saber o sexo do bebê, e neste período deve-se fazer a Ecografia Morfológica Fetal, que pode calcular a probabilidade de acometimento do feto, mas a sua precisão ainda é pequena.

Para a avaliação da probabilidade do feto ser portador da Síndrome de Down existe o software Sybase, que é o que existe de mais moderno e completo, sendo desenvolvido e licenciado pela Fetal Medicine Foundation, de Londres. Na maior parte dos casos, o resultado deste exame tranquiliza a gestante devido à baixa probabilidade de acometimento, porém quando há maior probabilidade, sugere-se a Amniocentese ou a Biópsia de Vilo Coriônico.

Com exame de Ecografia Obstétrica com Doppler é possível rastrear doenças hipertensivas específicas da gravidez - pré-eclâmpsia. Este exame deve ser realizado entre 22 e 24 semanas e é recomendado pela Associação Médica Brasileira em gestações de alto risco.

A Ecografia 3D é um exame de ultrassom, sendo o que há de melhor atualmente em termos de medicina fetal e permite observar o feto com maior nitidez. O ultrassom tridimensional não possui contraindicação e pode ser realizado em qualquer período da gestação.