Main menu

Densitometria Óssea

Um exame simples, rápido e de fácil execução, que avalia a densidade mineral óssea e possibilita diagnóstico e tratamento da osteoporose. A exposição à radiação neste exame é baixa.

No procedimento, o técnico especializado posiciona o paciente, que permanece deitado de 5 a 10 minutos.

Recomenda-se não ingerir suplementos de cálcio no dia do exame. Caso o paciente tenha realizado exames radiológicos contrastados ou algum exame de medicina nuclear recente, o exame de Densitometria Óssea não deve ser realizado de forma concomitante.

A densitometria é indicada para:
-Mulheres entre 45 e 65 anos, e homens entre 50 e 70 anos;
-Mulheres acima de 40 anos, na transição menopausal e homens acima de 50 anos com fatores de risco;
-Adultos com antecedente de fratura por fragilidade, condição clínica ou uso de medicamentos associados à baixa massa óssea ou perda óssea;
-Indivíduos para os quais são consideradas intervenções farmacológicas para osteoporose;
-Indivíduos em tratamento para osteoporose, para monitoramento de sua eficácia;
-Indivíduos que não estejam sob tratamento, porém nos quais a identificação de perda de massa óssea possa determinar a indicação do tratamento;
-Mulheres interrompendo terapia hormonal (TH).

A Densitometria Óssea pode ser efetuada a cada 12 meses, mas o exame pode ser repetido a critério do médico.